segunda-feira, 8 de setembro de 2008



Ela chegou quando outubro se foi
adentrando a estação do suor ofegante
Ela chegou molhada com aroma de pérolas de pétalas de plumas
os peitos arfantes
as pernas à mostra
os olhos de um verde duvidoso
os cabelos de fogo
os cabelos...
Ela chegou muda
do avesso um mutante
personagem estonteante de uma obra de ficção
(lembrem-se: era outra estação)
Eu o eterno prolixo
ironizei aquela modernidade
e averso à mudanças
parti


sidnei olivio

2 comentários:

Anônimo disse...

Val, obrigado pela publicação. Esse site é maravilhoso!!!
Tenho trocentas coisas para falar contigo...
beijão
Sidão

vαℓéя!α tαяeℓhσ disse...

Sid, tenho trocentos ouvidos :)

kisses!